Bem vindo(a) ao Blog

Tudo o que você precisa saber sobre o PEBD
26 fev

AutorQualyPlast

CategoriaCuriosidades

Tudo o que você precisa saber sobre o PEBD

Você com certeza já conhece o polietileno. Talvez não conheça por nome, mas certamente faz uso dele em seu dia a dia. O polietileno é o plástico mais comum encontrado em diversos produtos de nosso uso cotidiano, desde a sua escova de dente até a peças de sua máquina de lavar.

Entretanto, esse plástico tão versátil possui algumas variantes, que através do processo industrial adquire características específicas para fins diversos. Dentro dessas variações, temos o PEBD. Você sabe o que essa sigla quer dizer e por que ela é tão importante?

O que é o PEBD?

O PEBD é uma abreviação de Polietileno de Baixa Densidade e foi a primeira versão do polietileno criada por meio de experimentações, em 1939, pela indústria Imperial Chemical Industries (ICI).

Na época, despontou como um dos grandes divisores tecnológicos que levou os aliados a vencer a Segunda Guerra Mundial, juntamente com outras invenções, como a gasolina de avião e o Teflon. Sua contribuição para a vitória deu-se em sua utilização como isolante em cabos de radares.

Desde então, o polietileno tem evoluído e ganhado mais e mais qualidade. Hoje, inclusive, esse é o quarto insumo plástico mais utilizado em todo território nacional.

Como é produzido o PEBD?

Esse termoplástico é produzido a partir de um processo chamado polimerização do etileno, nomeado pela IUPAC (International Union of Pureand Applierd Chemistry) como eteno.

Para quem não está acostumado com o termo, a polimerização consiste em reações de condensação ou adição que, através de ligações covalentes, unem as pequenas moléculas e formam moléculas maiores denominadas de polímeros.

Vale lembrar que o polietileno é um composto gerado da reação do gás natural com o petróleo e pode ser moldado através de aquecimento

Quais as vantagens do PEBD?

Além das características próprias do polietileno, são muitas as outras vantagens desse material.

Entre elas podemos citar sua baixa condutividade térmica, que o faz tão eficiente como isolante térmico, geralmente usado em formato de espuma.

Além disso, o produto ainda possui baixa condutividade elétrica, não sendo polarizado com facilidade. Dentro desse cenário, ele é usado, tal qual foi no seu período de criação, para isolar cabos e fios.

Outras características que valem a pena ser citadas são sua alta resistência a interferência eletromagnética, sua estabilidade perante agentes químicos, seu custo relativamente baixo em comparação com demais commodities (nome dado a produtos com características e qualidade uniformes que possuem seu preço estabelecido através da oferta e procura mundial), sua versatilidade (sendo inclusive um material altamente reciclável), sua maleabilidade e flexibilidade, sua baixa absorção de água e sua qualidade vedatória, que o faz ser apto para receber impressões.

Como o PEBD pode ser utilizado?

O Polietileno de Baixa Densidade tem grande empregabilidade, sendo sua maior utilização, no Brasil, para a fabricação de filmes e embalagens pelos setores agrícola, alimentício, farmacêutico, industrial, médico e na construção civil.

Além disso, ele pode ser encontrado na fabricação de brinquedos, espumas, tampas flexíveis, utensílios para jardinagem, plástico bolha, em canetas esferográficas e até mesmo como grânulos (pequeninas bolas utilizadas durante a injeção plástica para dar cor ao novo material durante o processo de injeção plástica) para a pigmentação de demais produtos plásticos.

A QualyPlast atua no setor de embalagens plásticas desde 2007 e conta com uma equipe de especialistas, maquinário moderno e produtos de alta qualidade. Com atendimento personalizado, oferecemos diversos serviços e produtos, inclusive, soluções em PEBD. Conheça nosso trabalho.